logo-lobo
Na última sexta-feira (27/11), a Secretaria de Meio Ambiente, seguindo a política ambiental do governo do Prefeito Flávio Bravo, firmou a parceria com a UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO (UFRRJ) afim de desenvolver o projeto de conservação de fauna LOBOS DA SERRA. O projeto será desenvolvido através de técnicos e professores da UFRRJ juntamente com os técnicos da Secretaria de Meio Ambiente.

O projeto prevê pesquisa, monitoramento, proteção e educação ambiental sobre a espécie Lobo Guará (Chrysocyon brachyurus), e envolverá questões relativas a espécie como, hábitos na paisagem da região serrana, envolvimento com doenças de animais domésticos, conflitos com humanos entre outras. Podendo se estender também a outras espécies.

É um projeto de longo prazo, pioneiro na região e no Estado do Rio de Janeiro, de extrema importância para preservação da biodiversidade com extensa abrangência, visto que o Lobo Guará é um agente expressivo na contribuição para o equilíbrio ecológico.

A Prefeitura de Areal e a UFRRJ estão comprometidas com a sustentabilidade e com as causas ambientais.

3 - G
O secretário de Meio Ambiente de Areal, Juvenal Brasil foi convidado para falar na tarde de ontem (20) na UFRRJ de Três Rios, na Semana Acadêmica de Gestão Ambiental. O evento foi aberto para todos os cursos. O tema abordado pelo secretário foi “Fomento a inclusão socioprodutiva, através da coleta seletiva”.

A proposta foi apresentar o case de sucesso que o município de Areal vivencia através da coleta seletiva. Os eixos abortados foram sustentabilidade socioeconômica e ambiental, inclusão de catadores de material reciclado no mercado formal de trabalho e geração de emprego e renda neste setor.

A coleta seletiva em Areal está gerando emprego e renda, melhoria na saúde pública e o município participa do Prêmio do Sebrae no quesito Sustentabilidade e Inovação. Para Juvenal Brasil é possível uma adequação das cidades ao modelo de coleta seletiva, visto que em Areal, além do programa estar em conformidade com as Leis ambientais e da política nacional de resíduos sólidos, o município gerou oportunidade para pessoas que estavam fora do mercado de trabalho e sem expectativas de emprego.

“O Prefeito Flávio Bravo nos deu a missão de implantar este programa e avançar neste setor. Hoje temos maquinários como prensa, local adequado, equipe que passa constantemente por capacitação, caminhão para coleta e nesta semana, conseguimos mais um veículo, fruto do trabalho e parceria que o prefeito tem com o Governo do Estado” Disse o secretário.