O Conselho Municipal de Saúde é um órgão colegiado, permanente e paritário, de caráter deliberativo, consultivo e opinativo nas questões referentes às políticas públicas de saúde do município de Areal.

É composto por 24 membros, divididos entre 12 titulares e 12 suplentes, obedecendo-se a forma paritária de composição do órgão colegiado:
3 (três) representantes do Poder Executivo indicados pelo Prefeito, representantes de prestadores de serviços do Sistema Único de Saúde;
3 (três) representantes dos trabalhadores de Saúde Municipal;
6 (seis) representantes de entidades de usuário do Sistema Único de Saúde.

A reunião deste mês, foi apresentado aos conselheiros e ao representante da Câmara Municipal o Vereador Gutinho Bernardes, o Orçamento do exercício de 2017 e as aplicações de recursos do exercício 2016, conforme pauta publicado no D.O. de 17/02/2017.

As reuniões do CMS acontecem sempre no terceiro andar do Hospital Municipal Nossa Senhora das Dores, na avenida Presidente Vargas, 250 Centro de Areal.




A Prefeitura de Areal, através da Secretaria Municipal de Saúde, convida a todos os munícipes para participarem da Audiência Pública da Saúde, com vistas a apresentação da Prestação de Contas do 3º Quadrimestre do exercício de 2016.
Será realizado na Câmara Municipal de Vereadores no dia 24/02/2017, às 14hrs.
Desde já agradecemos a presença de todos.

ecocircuito04
O 1º Ecocircuito de Areal teve a participação com competidores de várias cidades da região. Com um percurso que misturou corrida e caminhada, esta etapa movimentou o município na manhã do domingo (22).

As organizadoras Priscila Lima Vilela e Thaís Carvalho estavam satisfeitas com o sucesso do evento, que teve premiação para os primeiros colocados, atividades esportivas, música, aula de ginástica, espaço para prática de esportes como slackline, entre outros.

O Prefeito Flávio prestigiou o evento acompanhado de sua família e amigos. “As organizadoras estão de parabéns pelo evento. Tivemos a presença de atletas de várias cidades e a oportunidade de passar um domingo em família e mostrar aos visitantes as belezas naturais da nossa Areal, elas deram um show”. Disse.

A Prefeitura de Areal, através da Secretaria de Educação firmou Termo de Compromisso com a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. Com esta ação, o governo municipal dá continuidade ao PROERD – Programa Educacional de Resistência às Drogas, que já vem sendo aplicado desde o dia 29 de fevereiro nas Escolas Municipais de Alberto Torres, Antônia Marinho e Santo Antônio dos Portões.

O Programa tem como objetivo a prevenção dos atos de violência e o uso de drogas por crianças e adolescentes, e ainda, trabalhar o fortalecimento da auto estima, dos laços familiares, contribuindo na formação de cidadãos conscientes de seus direitos e responsabilidades.

PROERD2

Através de palestras e oficinas, os policiais do PROERD, trabalham com os alunos do 5º ano de escolaridade, os conceitos e as relações em família e sociedade. Participam do Programa, cerca de 90 alunos da rede municipal de ensino.

“Enfrentamos um grande desafio, que é o combate às drogas. Temos em nossa grade a interação e participação dos pais com a escola. Atuamos em conjunto com outras secretarias como Saúde e Desenvolvimento Social para estarmos cada vez mais dentro dos núcleos familiares e conhecermos de perto as dificuldades de cada lar”. Disse o Secretário de Educação, Delicélio Costa de Andrade.

ag-G
As secretarias de Serviços Públicos, Saúde, Defesa Civil e Obras, se mobilizaram para atuar em mutirão contra possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti, espécie que está no centro da atual epidemia no país; de zika, além de ser vetor de contágio da dengue, das febres chikungunya e amarela e outras enfermidades mais raras, que preocupam autoridades e assolam algumas regiões do Brasil.

É uma das espécies de mosquito mais conhecidas e difundidas no mundo, segundo a Agência Européia de Prevenção e Controle de Doenças – ECDC. O mosquito que tem o nome o significado de “odioso do Egito”, vem sendo combatido desde o início do século passado.

No período do verão, em decorrência da maior intensidade de chuvas, a reprodução do mosquito é favorecida, aumentando o número de casos e também criadouros de mosquitos, devido a água parada em lajes, vasos de plantas, caixas d’água, piscinas e terrenos baldios com lixo e objetos que facilitam a reprodução. Em meados da década de 90, a dengue passou para a classificação como doença endêmica.

O mosquito surgiu na África em locais de mata e chegou às Américas em navios no período da colonização. Segundo especialistas, ao passar dos anos, encontrou em áreas urbanas, espaços ideais para sua proliferação, se tornando adaptável e com facilidades para dividir o mesmo ambiente com o homem. Ele prefere a água limpa, mas a falta da mesma, não está impedindo que o Aedes Aegypti se reproduza. Estudos, mostram que a fêmea pode depositar seus ovos em água com presença de matérias orgânicos.

As equipes da Prefeitura de Areal, iniciaram o mutirão pelos bairros Pará e Alto Pará. Foram retirados entulhos, visitas de casa em casa, colocadas telas em caixas descobertas, notificados terrenos e anotados os possíveis focos. “Vamos atuar em todos os bairros, conforme foi determinado”. disse o Coordenador de Vigilância em Saúde, Anderson Vieira Carneiro.

11059203_877443545628394_4076835694193969442_n

A Coordenadoria de Vigilância em Saúde divulga as principais dicas para evitar a Dengue e também esclarece sobre o uso do carro fumacê. Caso a população precise de mais informações, o telefone da Secretaria de Saúde e da Coordenadoria de vigilância em Saúde é: 24 2257-3919. O atendimento ao público acontece de Segunda a Sexta das 08h às 17h na Praça Duque de Caxias, 39, Centro ou por e-mail: saude@areal.rj.gov.br.

Dicas para evitar a Dengue:
– Eliminação de recipientes/depósitos inservíveis como: latas, material descartável, casca de ovo, tampa de garrafa e outros;
– Manter vedados caixas d’água, poços, cisternas, tanques, tambores e outros reservatórios de água;
– Manter canaletas e calhas desobstruídas;
– Não deixar restos de materiais de construção ao ar livre, com risco de acúmulo de água das chuvas;
– Manter ralos e ladrões de caixas d’água protegidos com telas;
– Lavar e escovar bebedouros de animais, no mínimo uma vez por semana;
– Nos pratos aparadores de vasos de plantas, colocar areia grossa, de forma a não acumular água;
– Evitar armazenar materiais que possam acumular água.

A melhor forma de se evitar a dengue é combater os focos de acúmulo de água, locais propícios para a criação do mosquito transmissor da doença. Para isso, é importante não acumular água em latas, embalagens, copos plásticos, tampinhas de refrigerantes, pneus velhos, vasinhos de plantas, jarros de flores, garrafas, caixas d´água, tambores, latões, cisternas, sacos plásticos e lixeiras, entre outros.

NÃO EXISTE VACINA PARA A DENGUE, sendo assim a regra básica é não deixar a água, principalmente limpa, parada em qualquer tipo de recipiente, evitando assim a proliferação do mosquito. Como o mosquito se reproduz rapidamente, é importante que a população também colabore para interromper o ciclo de transmissão e contaminação. Para se ter uma ideia, em 45 dias de vida, um único mosquito pode contaminar até 300 pessoas.

Esclarecimento sobre o Carro Fumacê
Com relação ao uso de carros fumacê, caso usado com bastante freqüência, o setor de vigilância esclarece que pode resultar um efeito inverso e, em vez de eliminar o mosquito, pode contribuir para que ele fique resistente à ação do veneno. Por isso ele não é utilizado ao longo do ano, apesar de solicitações.

A utilização do carro fumacê só é indicada em localidades onde existe alto índice de infestação do aedes aegypti, equivalente a 5%, e transmissão da dengue com casos notificados, de acordo com as normas do Ministério da Saúde. Outra norma com relação ao veículo, é que ele só pode circular à noite (18hs às 22hs) ou pela manhã, períodos onde não há presença do sol.

srth45eth (2)
A Secretaria de Saúde informa (abaixo) os postos de vacina da Campanha Anti Rábica que será realizada no município no próximo dia 14/11 (sábado)

Bairro/Localidade: Barateza
Secretaria de Serviços Públicos, Transporte e Agricultura
Endereço: Centro

Bairro/Localidade: Delícia/São Sebastião
Volante

Bairro/Localidade: Gaby
PSF – Unidade Básica de Saúde
Endereço: Rua José Santinon, 240

Bairro/Localidade: Manoel Fernandes
Vacinação Volante
Endereço: Rua Manoel Fernandes, Pedreira e Estação

Bairro/Localidade: Amazonas
PSF – Unidade Básica de Saúde e Volante
Endereço: Rua Amazonas, s/n

Bairro/Localidade: Pará
PSF – Unidade Básica de Saúde
Endereço: Rua Piauí, s/n

Bairro/Localidade: Portões
Escola Municipal Santo Antônio dos Portões
Endereço: Estrada Rio Bahia, Km 4,5

Bairro/Localidade: Fazenda Velha
PSF – Unidade Básica de Saúde
Endereço: Rua São Silvestre

Bairro/Localidade: Alberto Torres
Escola E. Municipalizada Alberto Torres
Endereço: Av. Jorge Luiz Dos Santos, Nº229

5 - 5
A secretaria de Saúde de Areal, através da coordenadoria de saúde bucal do município, está realizando a Semana de Saúde Bucal, com ações de promoção de saúde e prevenção de doenças bucais.
Durante toda a semana, as unidades de saúde do município estarão desenvolvendo ações e palestras com mostras de painéis e debates sobre a promoção e prevenção de doenças bucais.
Na manhã da última quinta-feira (8), as equipes de saúde bucal da Estratégia de saúde da Família e os profissionais receberam a população para um café da manhã no Clube Gaby – Centro, onde durante todo o dia, foi feita exposição de painéis sobre câncer bucal, trauma dental e odontologia esportiva.

Foram feitos exames oral para diagnóstico precoce do câncer bucal, escovação dentária, aplicação de flúor e distribuição de kits de higiene oral compostos de creme dental e escova de dente. Estiveram presentes a secretária de Saúde, Eliane Cruz, a secretária de Fazenda, Rosália Carneiro, de Administração, Luiz Antônio M. Moraes, e o vereador, Luiz Aurélio Zimbrão. A semana é coordenada pela Dra Ludmila Roberto Moraes que é sanitarista, especialista em saúde da família, odontologia do trabalho e coordenadora de saúde bucal de Areal.

outdoor_29_album_fotos
Equivocadamente muitas pessoas acreditam que o tabagista é um “viciado”, “sem força de vontade”, “que não deixa de fumar porque não quer”. Não é isso.

Na verdade quem fuma sofre de dependência química, ou seja, é alguém que ao tentar deixar de fumar, se defronta com grandes desconfortos físicos e psicológicos que trazem sofrimento, e que pode impor a necessidade de várias tentativas até que finalmente consiga abandonar o tabaco.

Entender o que acontece com o tabagista e suas tentativas de parar de fumar é fundamental para que se possa ter a real dimensão do problema.

Portanto, se você quer parar de fumar comece escolhendo uma data para ser o seu primeiro dia sem cigarro. Este dia não precisa ser um dia de sofrimento. Faça dele uma ocasião especial e procure programar outra coisa que goste de fazer para se distrair e relaxar.

É com esse pensamento que a equipe do NASF (Núcleo de Atendimento as Famílias) e a Secretaria de Saúde inaugura sua segunda turma do “Programa Anti Tabagismo”. Faça sua inscrição na Unidade Básica de Saúde da sua comunidade de 24 à 28 de agosto e tenha uma vida mais feliz.

A sede da Central de Regulação Médica de Urgência da Região Centro Sul Fluminense, do SERVIÇO DE ATENDIMENTO MÓVEL DE URGÊNCIA (SAMU192), será transferida para o seguinte endereço: Av. Zoello Sola Nº 2.000 (ao lado da Unidade de Pronto Atendimento – UPA Três Rios) Bairro: Triângulo – Três Rios-RJ. Informo-vos ainda que a sede atual localiza-se na Av. Zoelo Sola Nº471 Bairro: Triângulo – Três Rios-RJ

Devido a mudança de endereço do Samu no próximo dia 26 de agosto, estamos deixando o telefone do Hospital do Município disponível para atendimentos 24- 2257-3959.

Conhecido como SAMU, este Componente assistencial móvel da Rede de Atenção às Urgências, tem como objetivo chegar precocemente à vítima após ter ocorrido um agravo à sua saúde (de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras) que possa levar a sofrimento, à sequelas ou mesmo à morte, mediante o envio de veículos tripulados por equipe capacitada, acessado pelo número “192” e acionado por uma Central de Regulação das Urgências.

Esta Central de Regulação Médica atende em média 300 ligações por dia, originárias dos seguintes municípios: Areal, Comendador Levy Gasparian, Engenheiro Paulo de Frontin, Mendes, Miguel Pereira, Paraíba do Sul, Paty do Alferes, Sapucaia, Três Rios e Vassouras, correspondendo uma cobertura de cerca de 300.000 habitantes.

A transferência acontecerá no dia 26 de Agosto de 2015, a partir das 09h, com uma previsão estimada de 6 horas. Portanto o número que atende pelo 192 (SAMU) se encontrará inoperante neste período

Comunico-vos que neste dia, durante a transferência, nosso Médico Regulador, telefonista e rádio operador estarão baseados nas dependências do Quartel do CBMERJ de Três Rios (DBM 1/15) para atender aos pedidos de socorro, solicitadas pelo numero 193 (CBMERJ), da população que estão sob nossa cobertura.

Informo-vos ainda que os Comandantes dos Quarteis do Corpo de Bombeiros de Miguel Pereira, Vassouras e Itaipava estão cientes desta mudança e que as ocorrências serão repassados para o Quartel do CBMERJ de Três Rios (DBM 1/15). Para tanto, segue abaixo os telefones do DBM 1/15 – Três Rios:  SsCO (24) 2252-4211, 255-4832, 2255-5665 e 2252-4659 193 – (24) 2255-5621, 2220-2412 e 2255-5608.

Esta necessidade reside no fato de que a Central de Regulação Médica de Urgência da Região Centro Sul Fluminense estará operando em conjunto com o Quartel do CBMERJ de Três Rios (DBM 1/15).