gaby_alerta_cheia
COMUNICADO – A Coordenadoria de Defesa Civil informa que realizará na próxima quarta-feira, 16 de Dezembro, às 10h, mais um teste com as sirenes de emergência, instaladas em 07 comunidades que estão em áreas suscetíveis a riscos geológicos. São elas: Cedro, Vila Adelaide, Alberto Torres, Gaby, São Sebastião/Centro, Pará e Amazonas.

Os testes ocorrem todos os meses. A Defesa Civil tem alertado a população de que é somente um teste, semelhante ao que já é feito com as sirenes que são utilizadas no plano de emergência. Agentes de Defesa Civil estarão nos bairros, no momento do teste, para tranquilizar e orientar a população. Não havendo imprevistos, as sirenes tocarão simultaneamente, nos pontos em que estão instaladas.

O teste terá a duração de 03 (três) minutos e tem a finalidade de familiarizar o cidadão com o som emitido pelo dispositivo, além de testar o equipamento. Se ele apresentar falhas, a identificação pode ser feita em tempo hábil e evitar contratempos.

Mais informações:
Coordenadoria de Defesa Civil
24 2257-3919

ExercG
A equipe da Defesa Civil de Areal realizou na manhã de ontem (7) o exercício simulado para a redução de riscos e desastres. Este exercício teve a parceria da Secretaria de Educação, que disponibilizou a Escola Municipal Augusto Cezar da Costa, no Amazonas, mais atingido na enchente de 2011.

A simulação contou com a participação direta de alunos da educação infantil, fundamental e professores como protagonistas de um possível episódio de risco.

Foram realizadas várias possibilidades, como o que fazer para escapar do prédio em um deslizamento de barranco, onde as vítimas podem sofrer soterramento parcial, fraturas, desmaios e escoriações diversas.

O exercício faz parte do calendário referente ao 1º Dia Municipal para Redução de Riscos e Desastres, comemorado no dia 29 de novembro e que tem sua programação estendida durante os meses seguintes.

“Os alunos ficaram interessados e participaram com perguntas e dúvidas. Estamos alerta, principalmente neste período do ano, onde as chuvas são fortes e costumam causar problemas. A equipe da Defesa Civil irá atuar em todas as escolas do município, sempre simulando o risco em que cada escola está inserida”, disse o coordenador Carlos Roberto Miranda.