Estudo para criação de consórcio para produção de biodiesel no Centro-Sul Fluminense

firP.jpg

firG

O grupo de Meio Ambiente do Sistema Firjan no Centro Sul Fluminense estuda criar um consórcio para produção de biodiesel na região de Três Rios. A ideia surgiu após uma visita da comitiva à Usina de Biodiesel do Rio de Janeiro, em Honório Gurgel, no dia 18 de maio.
A usina funciona dentro de uma associação de recicladores, a Abrepet. O óleo é recolhido em diversos pontos da cidade e, após o processo, é transformado em biodiesel, um combustível renovável e biodegradável, feito para ser usado em motores diesel padrão.
Formado por representantes da Federação das Indústrias do Rio e de secretarias de Meio Ambiente de Areal, Sapucaia e Três Rios, o grupo da FIRJAN enxergou a possibilidade de levar a ideia à região.
“O trabalho de recolhimento de óleo já é feito. O que precisamos é encontrar uma forma para reverter isso em mais benefícios para nossa região. Por exemplo, com a produção do biodiesel, o investimento será transformado em economia, já que aproveitaremos os combustíveis nos próprios veículos da administração pública. É um trabalho que pode ser explorado. Uma oportunidade e tanto, que nossa região precisa valorizar”, disse o secretário de Meio Ambiente de Areal, Juvenal de Souza Brasil Neto.
O presidente da Representação Regional da FIRJAN, Alceir José Corrêa, acredita que o consórcio traria diversos benefícios. “Com essa aliança os municípios poderão realizar um trabalho conjunto para recolhimento deste óleo e reaproveitar na própria região”, disse o presidente, que também participou da caravana acompanhado do especialista em Meio Ambiente da FIRJAN, Ivan Sá Earp Mello e Silva.
De acordo com o presidente da Abrepet (Associação de Recicladores de Embalagens Pet), Edson Freitas, o processo é viável e bem simples: “recolhemos o material nos postos de coletas, que neste caso é o óleo de cozinha, que anteriormente era descartado, e o reutilizamos. Com o biodiesel produzido, podemos usar em carros, máquinas e tratores normalmente. Uma economia e tanto para as prefeituras e empresas”, explica.
O Grupo de Meio Ambiente do Sistema Firjan no Centro Sul Fluminense se reúne mensalmente para discutir questões voltadas para as necessidades da região. Ações como recolhimento e reutilização de material reciclável, reuso da água, e trabalhos para conscientização estão entre os assuntos mais abordados.

Fonte: Jornal Entre-Rios