nG

Na última quinta-feira, 29 de abril, o prefeito Flávio Magdalena Bravo reuniu-se com os empresários franceses da Pierre Fabre que comunicaram um investimento superior à  50 milhões de reais.

O plano visa principalmente reforçar a presença industrial do grupo no Brasil por meio da modernização de sua fábrica de Areal  que emprega hoje, aproximadamente, 80 funcionários.

Com esse investimento, a empresa pretende quintuplicar sua sua capacidade de produção e aumentar os efetivos em 50% até 2020.

Oficina_SEIcomprar
Foi realizado na noite de ontem (14/04), na sala do Empreendedor da Secretaria de Trabalho, Turismo, Indústria e Comércio, a Oficina SEI COMPRAR, com a participação de 13 MicroEmpreendedores Individuais.
A oficina marcou também o início do “Programa de Capacitação aos empreendedores, potenciais empresários, micro e pequenos empresários de Areal”, parceria esta firmada no café da manhã com o Prefeito no último dia 08 de Abril entre a Prefeitura de Areal e o SEBRAE/RJ.
Está previsto para o ano de 2015 a realização das seguintes atividades:
– SEI vender;
– SEI controlar o meu dinheiro;
– Atendimento ao Cliente;
– Controles Financeiros;
– Técnicas de Vendas;
– Clínica Tecnológica: Facebook Como Ferramenta de Negócios;
– Clínica Tecnológica: Eficiência Energética;
– Palestra Lucratividade: Crescer, Sobreviver ou Morrer.

Mais informações sobre as atividades acima, entre em contato com a Secretaria de Trabalho, Turismo, Indústria e Comércio.
Telefone: 24 2257-2007

A Secretaria de Trabalho, Turismo, Indústria e Comércio, em parceria com o SEBRAE (Serviço de apoio às micro e pequenas empresas), oferece para o Microempreendedor Individual a oficina SEI Comprar. A Oficina faz parte de um pacote de cursos que serão oferecidos gratuitamente durante o ano de 2015 para os comerciantes e empresários do município. VAGAS LIMITADAS.

A Oficina SEI COMPRAR visa capacitar o empreendedor individual a comprar bem, adquirir o que necessita com qualidade, preços e prazos de pagamento favoráveis às necessidades de seus clientes e aumentar a lucratividade. Tudo isso, mantendo uma boa relação com seus fornecedores.

Objetivo: A Oficina SEI Comprar é para o Empreendedor Individual comprar bem, adquirir o que necessita com qualidade, preços e prazos de pagamento favoráveis às necessidades de seus clientes, aumentar a lucratividade, compreender a importância dos elementos que envolvem o processo de compras para assegurar os melhores resultados no seu negócio; predispor-se a realizar compras planejadas, objetivando melhores resultados; selecionar, criteriosamente, o que deverá ser comprado, considerando inclusive a procedência e mantendo bons relacionamentos com os fornecedores; e negociar para obter bons preços e prazos com foco no processo ganha-ganha. Tudo isso, mantendo uma boa relação com seus fornecedores.

Conteúdo Programático: Elementos fundamentais da compra – Mercado, cliente, fornecedor, concorrente, preço, planejamento, prazo, produto e negociação.

Duração: 3 horas.

Pré-requisito: somente para empreendedores individuais (EI) formalizados (com CNPJ).

Local: Secretaria de Trabalho, Turismo, indústria e Comércio
Praça Yedo Fiuzza, nº 58, lojas 29/30 – Ilha Shopping, Centro, Areal

Informações e inscrição: settic@areal.rj.gov.br ou 24 2257-2007.
VAGAS LIMITADAS

Quem pode ser formalizar como MicroEmpreendedor Individual?

Com o carnê em dia, o Microempreendedor Individual (MEI) garante o auxílio da Previdência Social, além da quitação de todos os tributos estaduais e municipais; quem preferir poderá continuar baixando as parcelas pelo Portal do Empreendedor.

carnedacidadania

A formalização do MEI requer o pagamento de uma mensalidade, por meio de boletos (DAS). São 12 carnês a serem pagos até o dia 20 de cada mês.

1. O que é Carnê da Cidadania do MEI?
O carnê da cidadania do MEI são boletos de pagamentos (DAS), emitidos pelo governo (Secretaria da Micro e Pequena Empresa/SMPE), para que o MEI possa pagar as suas contribuições mensais inerentes à formalização. O carnê possui 12 boletos mensais (DAS) de janeiro a dezembro de cada ano, para o MEI formalizado em ano anterior. Para o MEI que se formaliza durante o ano, o carnê será enviado no mês posterior a sua formalização. Caso não receba o carnê pelo correio deverá imprimir os DAS no Portal do Empreendedor para recolhimento até dia 20.

2. O MEI que não recebeu o Carnê da Cidadania, como deve fazer para recolher as suas contribuições mensais e fazer seus pagamentos?
Para o MEI formalizado ou que se formalizou e não recebeu o carnê da cidadania para pagamento, deverá acessar o Portal do Empreendedor na aba “Emissão de carnê de Pagamento – DAS”, imprimir os boletos de pagamentos (DAS) para recolhimento das suas contribuições e fazer o pagamento nos bancos ou casas lotéricas.

3. Caso o MEI receba o Carnê da Cidadania, mas já recolheu a guia de pagamento (DAS), como proceder?
O MEI deverá desconsiderar o carnê e as guias já pagas e não fazer o recolhimento novamente, para não gerar duplicidade de pagamentos.

4. O MEI que recebeu o carnê da cidadania com dados incorretos (Nome, razão social, CPF, valores, datas), o que fazer?
O MEI que recebeu o carnê da cidadania com dados incorretos deve adotar os seguintes procedimentos:

  • Consultar os dados de seu cadastro, no Portal do Empreendedor, na aba “Emissão do Certificado do MEI – CCMEI”, para verificar se estão corretos. Caso os dados estejam incorretos, fazer uma alteração através do próprio Portal do empreendedor, na aba “Alteração de Dados Cadastrais” para correção.
  • Caso os seus dados cadastrais estejam corretos, comunicar a Ouvidoria da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, através do Portal do Empreendedor, na aba “Como obter ajuda> registre sua manifestação > ouvidoria”, para registro dos dados incorretos constantes no carnê.
  • Desconsiderar o carnê com os dados incorretos e imprimir novas guias para pagamento acessando o Portal do Empreendedor – PGMEI, na aba “Emissão de carnê de Pagamento – DAS”.

5. O Microempreendedor Individual tem que pagar algum boleto de cobrança que chega pelo correio relativo a seu negócio para instituições privadas como associações e sindicatos?
Não. O MEI, não é obrigado a se filiar a nenhuma instituição ou pagar boletos enviados pelo correio por instituições, associações e/ou sindicatos. Sendo assim, caso receba este tipo de cobrança, não efetue o pagamento, uma vez que é indevida. O único pagamento enviado pelo correio a ser feito é o Carnê da Cidadania.

Outras informações podem ser obtidas junto a secretaria de Trabalho, Turismo, indústria e Comércio, localizada na Praça Yedo Fiuzza, nº 58, lojas 29/30 – Ilha Shopping; através do telefone (24) 2257-2007.

FONTE: SEBRAE – Disponível em http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/Perguntas-e-respostas-sobre-o-Carn%C3%AA-da-Cidadania-do-MEI

A Secretaria de Trabalho, Turismo, Indústria e Comércio de Areal, em parceria com o SEBRAE – Serviço de Apoio à Micro e Pequena Empresa, a partir de Janeiro, disponibilizará a formalização de novas atividades voltadas para os Microempreendedores Individuais (MEI) do município, conforme a Resolução número 117 de 02 de dezembro de 2014, do CGSN (Comitê Gestor Simples Nacional).

O Microempreendedor Individual (MEI) é a pessoa que trabalha por conta própria e que se legaliza como pequeno empresário. Para ser um microempreendedor individual, é necessário faturar no máximo até R$ 60.000,00 por ano e não ter participação em outra empresa como sócio ou titular.

Veja a seguir quais serão as novas atividades permitidas para formalização a partir de Janeiro de 2015:

·         Cuidador (a) de animais (Pet Sitter);
·         Diarista;
·         Editor de jornais diários;
·         Editor de jornais não diários;
·         Guarda-costas;
·         Instalador (a) e reparador de cofres, trancas e travas de segurança;
·         Piscineiro (a);
·         Segurança independente;
·         Transportador (a) intermunicipal de passageiros sob frete em região metropolitana;
·         Transportador (a) intermunicipal e interestadual de travessia por navegação fluvial;
·         Vigilante independente.

Para se tornar um Microempreendedor, basta procurar a secretaria e apresentar os seguintes documentos:

– Identidade (R.G) em bom estado de conservação, correto (válido);
– CPF ou Folha da Receita Federal ou dos Correios com o número. (Não será aceito apenas o número escrito manualmente);
– Título de Eleitor ou número do recibo da última declaração de imposto de renda pessoa física, caso possua;
– Comprovante de Residência em nome do PRÓPRIO ou dos pais.

Documentos válidos como comprovante de Residência: Contrato de Aluguel com firma reconhecida em Cartório, Documento de Compra e venda de Imóvel (Registrado em Cartório), Nota Fiscal, Conta de Água, Luz, Gás, Telefone (celular ou Fixo), Internet, TV a Cabo ou Cartão de Crédito.
Não são válidos como comprovante de residência as correspondências vindas pelos Correios (Carta registrada, Sedex, Sedex 10, etc)

*Todos originais. Não é necessário cópia

Outras informações podem ser obtidas junto a secretaria de Trabalho, Turismo, indústria e Comércio, localizada na Praça Yedo Fiuzza, nº 58, lojas 29/30 – Ilha Shopping; através do telefone (24) 2257-2007 ou no site da Prefeitura www.areal.rj.gov.br